Dieta Da Proteína

A dieta da proteína baseia-se em aumentar o consumo de proteínas e diminuir o de carboidratos. Alimentos proteicos demoram mais tempo a serem digeridos e absorvidos pelo organismo. Por isso, prolongam a sensação de saciedade e reduzem a compulsão por carboidratos e doces. Com a demora na digestão na dieta das proteínas, o organismo passa a usar a gordura para produzir energia, o que leva à perda de peso.

A lógica por trás de dietas ricas em proteínas é que os carboidratos causam oscilações do açúcar no sangue, o que pode incentivar o corpo a criar gordura . A maioria dos alimentos ricos em proteínas são extremamente baixos em carboidratos e muito pobres em gorduras saturadas ( que é a gordura ruim ). Portanto, ao optar por uma dieta rica em proteínas, você acaba consumindo alimentos com poucos carboidratos e gorduras saturadas.

Como a dieta da proteína funciona.

A dieta da proteína baseia-se na ideia de que controlar o nível de insulina, o “hormônio do metabolismo “, ajuda a regular a pressão arterial, colesterol , triglicérides e armazenamento de gordura. Os cientistas sabem que os carboidratos induzem o organismo a produzir insulina, e que altos níveis de insulina inibem a quebra dos depósitos de gordura no corpo. Em contrapartida, a baixa ingestão de carboidratos mantém baixos os níveis de insulina, forçando a produção de um outro hormônio chamado glucagon. Esse hormônio usa a energia de suprimentos de gordura armazenados no corpo. Por isso a pessoa perde peso.

A dieta da proteína é baseada no consumo de alimentos ricos em proteína, como carne e ovos, por exemplo, e na exclusão de alimentos ricos em carboidratos, como pão e macarrão. Na ausência de carboidratos, nosso corpo passa a retirar energia das proteínas e gorduras. É justamente nisso que a dieta aposta: Tornando os níveis de carboidrato em nosso organismo baixos, nosso corpo será obrigado a utilizar a gordura e a proteína como fonte energética, possibilitando assim perda de peso.

É interessante que se pode comer quantas vezes sentir vontade no dia a dia porém ao invés de se perder peso é possível se ganhar massa muscular. Não existem ainda limitações de números e de tempo entre as refeições realizadas, a restrição não é quantitativa mas sim é algo qualitativo que poderá oferecer para você uma maior qualidade de vida.dieta da proteína

Durante a realização desta dieta o organismo procura utilizar primeiro suas reservas existentes de glicose, esta que fica armazenada no fígado e nos músculos e depois a sua gordura do corpo para produzir assim toda a energia necessária para seu dia a dia.

A dieta da proteína é uma aliada e tanto para emagrecer, acabar com os pneuzinhos e ainda turbinar os músculos. E o melhor: tudo isso sem perder o pique nem passar fome

De acordo com essa dieta, a ausência de carboidratos na alimentação faz o organismo queimar mais rapidamente as suas fontes de gordura e, por isso, a dieta da proteína emagrece. Nos primeiros dias da dieta pode-se sentir alguma fraqueza, que passa ao fim de alguns dias quando o organismo habitua-se à falta de consumo de carboidratos, deixando de variar os níveis de insulina e glicose no sangue, passando a funcionar mesmo com os níveis mais baixos desses elementos.

Ou seja, a proteína afasta a fome por um período maior, o que ajuda qualquer mortal a controlar o garfo. Mas cuidado: para emagrecer sem perder a energia, é preciso diminuir – e não abolir – as porções de pães e massas, priorizando a versão integral. Quando se reduz o consumo de carboidratos, o nível de insulina na circulação diminui. E quanto menor a taxa desse hormônio no sangue, melhor! Afinal, ele é o responsável pelo temível acúmulo de gordura.

Revista Emagrecer    Dieta da Proteína    Dieta Dukan     Dieta Paleolítica

COMO FAZER A DIETA DA PROTEÍNA?

Para seguir a dieta é simples: Você deve cortar qualquer tipo de carboidratos de seu cardápio, isto é, nada de pão, massas, farinha, cereais, açúcar e refrigerantes.  No lugar destes você deve ingerir apenas alimentos que sejam fontes de proteína.  Por exemplo, carnes, ovos, peixes e verduras.

Existem versões mais brandas da dieta onde o consumo de carboidratos é restabelecido gradualmente depois de alguns dias.

Alimentos permitidos na dieta da proteína

Os alimentos permitidos na dieta da proteína são, principalmente, alimentos ricos em proteínas e alguns legumes, verduras e frutas pobres em carboidratos, como:

  • Carnes, peixe, ovo, presunto;
  • Leite, queijo, iogurte;
  • Gelatina sem açúcar;
  • Acelga, espinafre, alface, rúcula, agrião, chicória;
  • Aipo, pepino, rabanete;
  • Abacate, limão, melancia, melão, toranja.

A dieta da proteína deve ser realizada por 15 dias com 3 dias de intervalo, sendo repetida por mais 15 dias de restrição ao carboidrato. Não se deve prolongar a dieta.

Emagrecer de Vez    Dieta da Proteína    Dieta Dukan     Dieta Paleolítica

Os alimentos proibidos durante a dieta são pão, macarrão, arroz, batata, biscoitos, doces, bolos, refrigerantes, água de coco, milho, feijão e qualquer outro alimento rico em carboidratos.

referências Dieta da Proteína    Dieta da Proteína   

Você Precisa Ver Isso:

Um comentário em “Dieta Da Proteína

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *